Disseminando gentileza nos encontramos no tempo da delicadeza...

16 de out de 2009

Juventude

Criança.
Sorrisos na lembrança,
que
vem e vai.
Criança.
Balançando na bonança.
Avião que não tem rumo,
mas nem assim cai.
.
A roda gira.
Gigante, enquanto apequena-se o dia.
E vira noite.
Surge estrela.
E a cantiga, plena e doce, acalenta.
Deixe o sonho de nuvem voar à plenitude.
No último pó astral.
.
Por Márcio Vandré
http://contraotedio.blogspot.com/
.
Mai disse...
Ser criança em qualquer idade é lembrar deste tudo.
É brincar com as palavras e parar o tempo ,
pairando no tempo feito uma pipa no ar.
Juventude é a liberdade desta criança atemporal.