Disseminando gentileza nos encontramos no tempo da delicadeza...

22 de set de 2009

essapalavra

Engole, retorce-se
o estomago, vomita,
deixa ir este fluxo, a feiúra,
palavras, ervas
que se multiplicam,
.
espinheiros que se espalham.
De que falo, disso,
jogo sem graça, mas feliz
(ou contente, senão feliz),
jeito de encontrar a rua
na cidade estranha
.
onde se vive
perdido. O amor
se associa à poesia,
amasiado sem laços
selvagens e espirituais
.
ao mesmo tempo. As palavras
são jogadas, pedras, astros,
I ching, oráculos que
me predestinam ao sonho
.
de dizer, enquanto vivo,
tantos amores e mundos quantas
estrelas há no céu. Ah,
.
amar, a melhor brincadeira,
máquina que para o tempo,
remédio de esquecer a morte.
Por quanto digo sem causa,
.
sem grandes histórias
a me conduzir, por prazer.
Estranho. Dizer,
quem sabe, seja morrer
e ressuscitar com mais fome.
- Dauri Batisti
http://essapalavra.blogspot.com/
-:-
tossan® disse...
Rasgue as estradas, os mares, os ares e viaja esqueça o tempo
Quem sabe...Muito linda! Pura!

12 comentários:

  1. É isto é complexo? Mas é simples, simples palavra, essa palavra...
    Linguagem, pura linguagem que não se explica e que é esse isso.

    Obrigada Tossan, obrigada Dauri.

    ResponderExcluir
  2. Acho que fico com a melhor brincadeira de parar o tempo...

    Amar... sempre!
    Contras todas os males e dores...



    Dauri, paixão de amigo!


    Beijos com sabor de flores silvestres!

    ResponderExcluir
  3. .... quem sabe....?!

    Eu acho que sim! Dizer é tudo isso e muito mais..., morrer e ressuscitar... com mais fome de dizer e tudo o mais!

    Lindo, gostei!

    ResponderExcluir
  4. Muito legal o conceito do blog e o conteudo. Esta marcado para mais visitas!

    ResponderExcluir
  5. muito legal o teu blog, com certeza estarei aqui mais vezes...

    ResponderExcluir
  6. Ah, essas palavras que transcrevem o que está além delas...

    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. sempre muito bom vir aqui

    ResponderExcluir
  8. ...diante deste complexo post,
    um pouco de liinismo cabe bem
    na pergunta:

    " o que significa isso
    que não significa nada?"

    posto que tudo é nada,
    é passageiro, é ilusão
    de se estar dizendo algo...

    beijo

    ResponderExcluir
  9. Já há algum tempo que não a visitava. Irei voltar mais frequentemente.
    Bj

    ResponderExcluir
  10. Esse menino, que brinca com essas palavras, sempre me deixa a rodopiar. Me balança, me joga para frente e para trás. Me sacode para cima e para baixo. Me deixa tonta.
    Ah, esse menino, que sabe fazer travessuras com as palavras.

    Adoro!!!

    ResponderExcluir
  11. Um blog muito interessante.

    Greetings from a criatividade ea imaginação das fotos Jose Ramon

    ResponderExcluir
  12. Meu amigo tossan, você sabe que eu não entendo muito de poesia, o meu negócio é fotografia, mas este poema é letargia pura....Gostei! Gostei da foto do Tinoco! Abraço

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário. Visite-nos em nossos blogs pessoais.